Birra das crianças pode ser considerada um transtorno

Lidar com as birras é um desafio para os pais. Comportamento comum em uma fase do desenvolvimento das crianças – quando elas ainda são muito pequenas e não conseguem argumentar -, ela pode ser classificada como um transtorno quando o comportamento agressivo se torna desproporcional. Com base em sua experiência pessoal, a psicopedagoga Luciana Brites e o neurologista infantil Clay Brites escreveram o livro Crianças Desafiadoras (Gente), em que apontam a diferença entre birra e o Transtorno Opositivo-Desafiador (TOD) e discutem os papéis da família e da escola, além das formas de tratamento.

“A criança com TOD não consegue elaborar bem situações em que é contrariada e o quadro não se modifica com o tempo, como ocorre com a birra – ele tende a piorar. São necessárias medidas preventivas, psicoterápicas e medicamentosas”, explica Luciana. O casal é fundador do Instituto NeuroSaber, que compartilha informações sobre desenvolvimento, aprendizagem e comportamento na infância e na adolescência.(R7)

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.