«

»

nov 05 2018

Saiba como escolher o assento de carro ideal para crianças

Para viajar de carro é preciso planejamento. São itens básicos para uma viagem segura estar com a revisão do carro em dia, além de documentação regularizada. Se um dos tripulantes for uma criança, o cuidado tem de ser redobrado. Em qualquer trecho, menores de 10 anos devem estar acomodadas no banco traseiro do veículo e utilizando equipamentos de segurança apropriados.

Cada fase tem um assento específico, de acordo com a resolução 277 do Código de Trânsito Brasileiro. A indicação é que os bebês de até um ano devem estar acomodados em um bebê conforto como o keyfit Night da Chicco, que garante segurança ao pequeno em seu formato anatômico, que se assemelha a um ninho. Para transportar crianças de um a quatro anos é preciso utilizar uma cadeirinha. De quatro a sete anos e meio utiliza-se o acento de elevação. Um modelo versátil que dá para usar nestas duas fases é Auto Star Plus, pois tem também a função booster sem encosto. Após esta idade, a criança poderá utilizar apenas o cinto de segurança. Todos os equipamentos devem ser fixados em cinto de três pontos.

Entidades médicas como a Associação Brasileira de Medicina do Trânsito na Bahia (ABRAMET) indicam que é preciso levar em consideração, também, o peso e a altura da criança na hora que for comprar o equipamento. “A resolução só segue a idade e isso é limitante. A maioria das crianças brasileiras não atinge o peso e a altura ideal para utilizar o cinto sem o equipamento aos sete anos e meio, por exemplo”, explica Antônio Meira, presidente da ABRAMET-Ba.

Uma dica é ler com atenção os manuais de instrução dos equipamentos para ver o que cada fabricante orienta para estes outros dois critérios. A partir disto, definir a opção que melhor se adequa à criança. Quanto à fixação, Antônio Meira ressalta que o dispositivo mais seguro é o sistema internacional ISOFIX – que prende o assento diretamente no chassis do carro. “A partir deste ano, todo carro tem que ser projetado no Brasil com esta tecnologia. A partir de 2020, todo carro brasileiro vai ter que sair com pelo menos um ponto de isofix. É a melhor maneira de fixar a cadeirinha, sem sombra de dúvidas”, ressalta o médico do tráfego.

Se a ideia é trocar de veículo em breve, não precisa se preocupar em comprar outro modelo de cadeirinha para seu filho. Se o carro já vier com isofix, uma boa solução é adquirir uma base BBC Terni. O equipamento vem com dois pontos de ancoragem e barra frontal para maior estabilidade, além de se acoplar à qualquer cadeirinha e ter ajuste de altura da haste para diferentes veículos.

Segurança – Desrespeitar essas normas de trânsito é uma infração gravíssima. Se o motorista for parado numa blitz com situação inadequada, será punido com multa, sete pontos na carreira e só poderá seguir viagem quando a criança estiver seguramente acomodada. “Os dispositivos de retenção são projetados para reduzir os riscos em casos de colisão. Não evitam os acidentes, mas sim as consequências do acidente. Crianças com estes equipamentos têm grandes chances de não sofrer riscos de lesões graves ou de mortes. É comprovado que o uso apropriado e adequado do dispositivo pode representar até 70% de redução no número de mortes”, destaca Antônio Meira.

Hoje, acidentes são a principal causa de morte de crianças de um a 14 anos no Brasil. Todos os anos, cerca de 3,7 mil crianças dessa faixa etária morrem e outras 113 mil são hospitalizadas devido a essas causas no país. Para garantir mais segurança e conforto aos pequenos, é recomendado analisar a reputação do fabricante, se há selo do INMETRO e se o tamanho do equipamento escolhido é compatível com o espaço do banco traseiro do veículo.

Equipamentos seguros podem ser adquiridos na Oito Baby, em Jardim Armação/Salvador, ou no ecommerce da loja oitobaby.com.br. Neste mês, diversos produtos estão com descontos de até 50%.(Correio da Bahia)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>