«

»

ago 12 2018

Bahia vence o América Mineiro com mais um gol de Gilberto

O triunfo em si, por 1×0, sobre o América-MG, fica em segundo plano quando considerado tudo que ele representa. O Bahia aumentou a série invicta na Série A, que agora é de sete partidas, subiu para a 11ª posição na tabela, passou a ser de forma isolada o mandante de melhor ataque da competição, com 17 gols, e vai com muita moral buscar a classificação inédita para as semifinais da Copa do Brasil, quinta-feira (16), às 19h15, diante do Palmeiras, no Pacaembu.

Enquanto o tricolor naturalmente tomou a iniciativa da partida, o time mineiro apresentou uma proposta bem definida, se defendendo com uma linha de cinco jogadores e outra de quatro no meio-campo, e todos atrás da bola. A equipe de Enderson Moreira tinha dificuldades de em furar esse bloqueio e criou poucas oportunidades no primeiro tempo.

Aos 11 minutos, Vinícius tentou em cobrança de falta que João Ricardo defendeu com tranquilidade. Em seguida, foi a vez de Edigar Junio desperdiçar boa chance após desvio de cabeça de Zé Rafael em cruzamento de Léo. O camisa 11 tentou encobrir o goleiro do América-MG e mandou por cima da trave.

Gilberto também teve uma oportunidade, pegando de primeira após passe de Vinícius, mas errou o alvo.

Sem perdão 

Se na etapa inicial o camisa 9 tricolor não foi feliz na única chance que teve, na volta do intervalo ele não perdoou. Aos nove minutos, Vinícius cobrou escanteio da direita, Tiago cabeceou, João Ricardo bateu roupa e o agora artilheiro isolado do tricolor na Série A só empurrou para o fundo das redes. Foi o quarto gol dele na competição, ultrapassando os companheiros Régis e Edigar, com três.

O novo xodó da torcida saiu muito aplaudido para a entrada de Élber, aos 25 minutos, e teve seu nome cantado por todo o estádio. Antes, Enderson já havia colocado Nino Paraíba no lugar de Bruno. Com a necessidade de buscar o empate, o América saiu um pouco mais para o jogo e fez Anderson trabalhar em chute venenoso de Ruy, de fora da área, que o goleiro espalmou para escanteio.

O técnico tricolor fez a última mudança colocando Régis no lugar de Zé Rafael, bastante desgastado após outra partida de muita entrega. O camisa 20 por pouco não marca o dele após bom passe de Léo, mas deixou a bola escapar no domínino dentro da grande área. A partir daí, o Bahia só administrou o triunfo e esperou o apito final.

O próximo compromisso pela Série A é no próximo domingo, contra mais um time mineiro, desta vez o Cruzeiro, em Belo Horizonte. Enderson terá o desfalque de Tiago e o retorno de Gregore. (Correio da Bahia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>