«

»

jun 01 2018

Mancini lamenta falhas defensivas do Vitória: ‘Não podemos tomar tantos gols assim’

O Vitória perdeu por 3 a 2 para o Internacional, nesta quarta-feira (30), no Barradão, com um gol sofrido nos acréscimos. O técnico Vagner Mancini lamentou o revés e criticou as falhas defensivas de sua equipe.

“Levar que tem que ser mais forte defensivamente. Levar que a gente não pode, ofensivamente, desperdiçar tantas oportunidades. O encaixe de marcação, até os 25 minutos do primeiro tempo, não foi bom. A partir do momento em que nós reajustamos a equipe no intervalo, a equipe voltou melhor para o segundo tempo. Então alguma coisa a gente já sabe. Uma marcação mais agressiva faz com que a equipe tenha uma postura mais ofensiva. E, automaticamente, a gente tem que acertar o sistema defensivo. Seja com quem estiver jogando. Nós não podemos tomar tantos gols assim. Isso me incomoda muito. Não só no aspecto defensivo, porque, quando se toma um gol ou atacando, você também não pode culpar a zaga. A zaga está lá atrás, postada, bem posicionada. Nós tínhamos os dois volantes com a bola. E aí a gente perde a bola. Então a gente não pode culpar a zaga. É o sistema defensivo que tem falhado. Em virtude disso, a gente tem levado os gols”, afirmou o comandante Rubro-negro.

O técnico do Vitória ainda classificou o revés para o Internacional como injusto.

“Foi injusto, se é que a gente pode falar isso no futebol. O Vitória não iniciou bem, tomou dois gols, teve o pênalti desperdiçado pelo Inter, mas conseguimos diminuir no fim do primeiro tempo, empatamos no segundo e fizemos um grande jogo. Mesmo no primeiro tempo tivemos mais ações que o Inter, chutamos mais ao gol. Mas o Inter foi mais eficiente. Fez dois gols. No segundo gol deles Aderllan resvalou na bola que acabou entrando. No segundo tempo fomos intensos, empatamos, tivemos cinco ou seis oportunidades, levamos o gol no último lance. Castigo para a equipe que encarou o adversário de igual para igual, mas errou em lances que não se pode errar no futebol”, destacou.

Para o comandante Rubro-negro, sua equipe não deixou de lutar.  “O sentimento é de quem brigou, lutou, foi atrás, teve o jogo nas mãos, mas acabou entregando pontos importantes. Três pontos. Tivemos a chance de vencer a partida. Faltou um pouco de qualidade no último terço do campo, para colocar a bola para dentro, o que não faltou no outro lado, que tem atletas com muita qualidade para definir a partida. Quando se joga em casa, se tem que matar a partida. Fizemos um grande jogo, mas saímos derrotados. Fruto de erros que acontecem no futebol. A gente fica chateado”, concluiu.

Vitória volta a campo contra o Santos, domingo (3), às 16h, na Vila Belmiro.(Bahia Notícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>