«

»

mar 13 2018

Irmã Dulce: nova graça é reconhecida por setor jurídico do Vaticano em processo de canonização

Missa lembrando 26 anos da morte da religiosa acontece amanhã

As homenagens que marcam o encerramento das celebrações em memória aos 26 anos de falecimento da Irmã Dulce acontecem nesta terça-feira (13), às 9h, no Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, no Largo de Roma, com uma missa presidida pelo arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.

A casa está sendo preparada para receber os fiéis. Embora a homenagem seja a ela, nas laterais do santuário, aos pés das imagens dos santos e no túlmulo da irmã Dulce, poucas flores. Nada que chame muita atenção, sem roubar o protagonismo da Quaresma, quando a igreja se veste de roxo até a Páscoa.

Muitos fiéis chegam de outras cidades, até mesmo de outros estados, vindos para agradecer alguma graça alcançada ou rogar para que a Irmã interceda por eles. São vários os relatos de fé e cura que podem ser ouvidos por qualquer um que permaneça por mais de 10 minutos nos corredores do santuário.

Canonização
São muitos as graças atribuídas a Irmã Dulce. Impossível contar. Três delas, no entanto, têm ajudado no processo de canonização da freira. Um processo que, de acordo com Osvaldo Gouveia, assessor de Memória e Cultura das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID),  é lento, cuidadoso e complexo. Mas há um boa notícia em relação a isso.

Osvaldo conta que há dois meses uma das três graças da Irmã teve a validação jurídica do Vaticano. Um passo a mais no processo de reconhecimento que pode levar à freira à santa. Isso significa dizer que dentro dos trâmites legais para o processo estava tudo certo com um dos relatos.

Desde 2011 quando foi beatificada, todos as graças atribuídas a ela foram registradas. Dos 10 mil relatos, apenas três tinham características de um possível milagre. O assessor explica que, para ser considerado um milagre, a graça precisa ser espontânea, perfeita, duradoura e preternatural, como aquele que aconteceu na cidade sergipana de Itabaiana, quando uma mãe se recuperou de uma hemorragia após o parto.

Espontânea porque acontece de forma rápida, repentina; perfeita porque em casos de saúde, por exemplo, a enfermidade é curada, sem sequelas; duradora porque o fiel, ainda se tratando de casos de saúde, não apresenta uma regressão no quadro cliníco, e, por último, preternatural porque o fato sobrepõe a natureza, algo comparado ao sobrenatural, que acontece sem muitas explicações.

Agora o próximo passo para canonização é a análise da graça por teólogos e cientistas. Depois disso, só o Papa Francisco pode dar um veredito final após uma reunião com os cardeais. Processo que pode demorar, dois, três, quatro, dez anos, segundo o assessor. ” Daqui pra frente já não nos cabe mais prever”, conclui.

Mas se depender da feira Olívia, e todos os baianos, Irmã Dulce já é santa. Sempre foi, na verdade, para a devota. Seu primeiro contato com ela foi ainda na adolescência, quando fazia um curso de enfermagem. A freira morava em Sergipe e veio a Salvador para conhecer, na companhia da sua turma de enfermagem, as obras da Irmã. Do encontro, lembra bem o momento que recebeu a missão de seguir uma vida simples, de amor e compaixão pelo próximo, assim como foi a de Jesus e da Irmã Dulce também.

A aposentada Maria Alice Carvalho dos Santos, 80 anos, conhece boa parte dos relatos. Afinal, a sua missão como voluntária é de receber e ouvir os recém-chegados. Além disso, ela também é protagonista de uma história de fé.

Seu neto, na época com apenas 4 anos, sofria de um grave problema no pulmão. Uma infecção. A medicina já não estava dando muito jeito na enfermidade do pequeno. Foi aí que a aposentada decidiu chamar por Irmã Dulce. Foi atendida. Dulce, contam, nunca deixou ninguém desamparado. O neto foi curado após uma cirurgia e, atualmente, com 18 anos, diz orgulhosa a avó, dá seus primeiros passos na carreira da engenharia.  (Correio da Bahia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>