«

»

maio 27 2017

Instagram é o app mais prejudicial à saúde, diz estudo

instagram-old-new

O Instagram, que pertence ao Facebook, é o aplicativo de rede social mais prejudicial para a saúde mental dos jovens, seguido pelo Snapchat, de acordo com um novo relatório da entidade britânica Royal Society for Public Health.

O estudo entrevistou cerca de 1,5 mil jovens de 14 a 24 anos sobre como certas plataformas de mídia social podem causar problemas como ansiedade e depressão.

O Instagram, aplicativo com mais de 700 milhões de usuários, liderou a lista em termos de impacto negativo, principalmente entre o público feminino. Segundo o autor do estudo, Matt Keracher, a plataforma faz com que meninas e mulheres sintam como se seus corpos não fossem bons o suficiente, graças a uma versão editada da realidade que é exibida na plataforma.

Para enfrentar o problema, a Royal Society for Public Health pediu que as plataformas de mídia social tomem medidas para ajudar a combater os sentimentos de inadequação e ansiedade dos jovens usuários, colocando um aviso sobre as imagens que foram manipuladas digitalmente.

“Nós realmente queremos equipar os jovens com as ferramentas e conhecimento para que eles possam navegar em plataformas de mídia social não apenas de forma positiva, mas de uma forma que promova uma boa saúde mental”, afirmou o autor do estudo.

O YouTube foi a única plataforma de mídia social que demonstrou um impacto positivo global sobre a saúde mental dos entrevistados no estudo. O relatório também descobriu que jovens que passam mais de duas horas por dia conectados em de redes sociais são mais propensos a relatar sofrimento psicológico.

“As plataformas que supostamente ajudam os jovens a se conectarem podem realmente estar alimentando uma crise de saúde mental”, disse a líder da instituição que realizou o estudo, Shirley Cramer.

Para resolver isso, a sociedade também recomendou a introdução de um aviso para alertar os usuários quando eles passarem muito tempo online.(Tribuna da Bahia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>